• nebin.uerj@gmail.com
Metronic FrontEnd

Eventos e Notícias

 

NutriNet Brasil

Iniciou nesta semana (27/01/2020) o estudo NutriNet Brasil, um grande estudo que irá analisar o consumo alimentar no país. 

Serão 200 mil brasileiros voluntários que serão acompanhados pelo período de 10 anos. O estudo irá identificar padrões de alimentação praticados nas diferentes regiões do país e analisar a relação desses padrões com o risco de obesidade, diabetes, doenças do coração, câncer e outras doenças crônicas que tem afetado milhões de brasileiros.

Coordenado pelo Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas em Nutrição e Saúde da Universidade de São Paulo (Nupens/USP) e Financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ), o estudo conta com uma plataforma web onde os voluntários (com o mínimo de 18 anos e com acesso à internet) inicialmente se cadastram e passam a responder regularmentes as questões de pesquisa.

Para maiores informações e cadastro como voluntário: link

 

Marion Nestle no Brasil

Lançamento do livro: "Uma verdade indigesta: como a indústria de alimentos distorce a ciência sobre o que comemos"

Referência mundial no debate sobre nutrição, Marion Nestle, chega ao Brasil para lançar "Uma verdade indigesta: como a indústria de alimentos distorce a ciência sobre o que comemos". O livro expõe como as pesquisas científicas são manipuladas para aumentar lucros de grandes corporações e prejudicar a saúde pública. A obra é um convite a desfazer a confusão instalada entre marketing e ciência.

A chegada da professora emérita da Universidade de Nova York ao país reforça a pauta de pesquisadores que cobram que a indústria de alimentos ultraprocessados deixe de interferir na agenda científica.

A autora passará por Rio, São Paulo e Brasília.

Mais informações: link

Chá da Epidemiologia

Transtornos alimentares; prevalência e meios diagnósticos usados na Austrália - Profa. Phillipa Hay 

No dia 28 de março às 9h30, no Auditório do Instituto de Medicina Social/UERJ, vai acontecer mais uma edição do Chá da Epidemiologia sob o tema “Transtornos alimentares; prevalência e meios diagnósticos usados na Austrália”, comandada pela pesquisadora e professora Phillipa Hay, da Western Sidney University, Austrália.

Professora Hay é reconhecida por seu trabalho com Transtornos Alimentares. Ela é ex-presidente da Australian Academy for Eating Disorders e atual membro do comitê científico da International Academy for Eating Disorders. Sua pesquisa atual concentra-se principalmente em estudos de prevalência de base populacional e ensaios clínicos randomizados de intervenções para anorexia nervosa e outros transtornos alimentares, bem como intervenções de saúde pública e comunitárias para redução das barreiras de acesso aos cuidados. Tem qualificação como PhD na University of Oxford (UK) e PhD na University of Otago, atuando principalmente nas áreas Eating Disorders e Evidence based medicine.

Mais informações: